Juarez e Maria Helena - Coordenadores do PedAlegre!

    O hábito de pedalar está se tornando mais vantajoso para a sociedade, pois, atualmente, a agitada vida imposta aos habitantes de grandes cidades não disponibiliza muito tempo para a prática de exercícios físicos e atividades de lazer. Por isso, o ciclismo surge como opção de mobilidade urbana, uma vez que a superlotação dos meios de transporte público é frequente, assim como a falta de oportunidades para que a qualidade de vida da população cresça.

    Contudo, se você ainda não está convencido de que utilizar a bicicleta é uma boa alternativa de locomoção e benéfica para a saúde, confira uma lista com os 7 benefícios das pedaladas:

    1 – Esporte indicado para todas as idades

    Podendo ser visto como hobby, atividade física ou meio de transporte, o costume de pedalar elimina os problemas relacionados ao sedentarismo, melhora a contração cardíaca, aumentando a imunidade, reduz a glicemia, o que ajuda no controle de diabetes, evita infartos e combate a hipertensão. Com tantos benefícios, a atividade não exige muito esforço físico e, por isso, é recomendada para todas as idades.

    2 – Melhora o condicionamento físico

    O uso das bikes tonifica os músculos das pernas, possibilita a perda de peso, estimula a contração do abdômen, incentiva a manutenção de uma postura ereta, precavendo os usuários de dores na coluna, melhora a respiração, auxiliando na prevenção de crises de asma e bronquites, além de aumentar o desempenho aeróbico e cardiovascular.

    3 – Aumenta a qualidade de vida

    O ciclismo também propicia a liberação de endorfina e serotonina, substâncias que dão a sensação de bem-estar e felicidade, isto é, fatores que contribuem para um sono saudável. O hábito de pedalar também tem a importante função de desintoxicar o organismo, uma vez que aumenta a circulação sanguínea nos rins, eliminando substâncias prejudiciais à saúde e excessos. Além disso, andar de bicicleta ajuda a tonificar os vasos sanguíneos das pernas e favorece a irrigação sanguínea dos órgãos genitais, melhorando o desempenho sexual.

    4 – Beneficia a saúde mental

    Andar de bicicleta faz com que as contrações cardíacas se tornem mais eficazes, ação que permite que o sangue chegue ao cérebro mais rapidamente, diminuindo os casos de ansiedade e depressão. Do mesmo modo, a atividade física proporciona sensações de liberdade e independência, tão essenciais para cada indivíduo.

    5 – Alternativa de transporte

    À medida que o número de habitantes das grandes cidades aumentou, os meios de transporte público passaram a atender altos números de usuários, atingindo volumes de passageiros que excedem a infraestrutura disponibilizada pela maioria dos centros urbanos. Enquanto isso, a comercialização de veículos de locomoção individual a preços populares multiplicou os números de automóveis circulando por ruas, estradas e avenidas. Portanto, a utilização de uma bicicleta como forma de movimentação pode ser a solução mais rápida, eficiente e menos estressante, já que evita congestionamentos, rodízios, falhas mecânicas e imensos índices de passageiros, fatores a que carros, ônibus, trens e metrô estão expostos diariamente.

    6 – Ótima escolha quando o assunto é custo e benefício

    Obviamente as bikes não consomem qualquer tipo de combustível, não necessitam de vagas em estacionamentos ou descartam peças de reposição muito caras, ou seja, não é preciso de muito dinheiro para manter uma “magrela” funcionando. Com gastos máximos de aproximadamente R$ 50 por mês com manutenção, as bicicletas apresentam custos 30 vezes mais baratos do que um carro.

    7 – Amiga do meio ambiente

    Ecologicamente corretas, as bicicletas não emitem substâncias tóxicas, como os Gases de Efeito Estufa (GEE) e material particulado, o PM2,5, e também não provocam poluição sonora. As bikes, obviamente, não precisam ser abastecidas por combustíveis fósseis, só demandam a movimentação humana para se locomoverem, portanto, são veículos sustentáveis.

    Publicado por: Henrique Almeid